sexta-feira, 30 de março de 2012

PGE vai recorrer da decisão de reincorporação imediata de Prisco


Especulações sobre acordo para que Prisco desocupasse prédio em troca do retorno à PM

A Procuradoria Geral do Estado da Bahia (PGE) vai recorrer da decisão da Vara da Auditoria Militar que anulou a demissão do ex-soldado do Corpo de Bombeiros, Marco Prisco. A divulgação foi feita no início da tarde desta sexta-feira. Segundo a instituição, ‘não há ordem para cumprimento imediato da reincorporação do ex-soldado, e que o recurso que será interposto é dotado de efeito suspensivo’. Na quinta-feira, a Polícia Militar enviou nota à imprensa negando a reintegração do ex-soldado Marco Prisco à corporação, observando que se trata de competência do Tribunal de Justiça. As andanças dele pelos corredores da Assembleia Legislativa poucos dias após a sua soltura suscitaram uma série de especulações, como a possibilidade de um acordo para que ele desocupasse o prédio em troca do retorno à PM. O próprio Marco Prisco andou falando pelos corredores da Casa que voltaria à corporação. ( Politica Livre )

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

.

.