sábado, 31 de março de 2012

Mulher presa com 57 pedras de crack nega propriedade da droga

A Companhia de Emprego Tático Operacional (Ceto) do 13ª Batalhão de Polícia Militar de Teixeira de Freitas, prendeu no final da manhã desta sexta-feira, 30 de março, Alessandra Gomes da Silva, 27 anos, acusada de traficar drogas no bairro Liberdade I.

A prisão ocorreu depois que os policiais receberam uma ligação denunciando o suposto comércio ilegal , que funcionava na rua Cabo Verde, na casa da acusada.
Depois de revistar o interior do imóvel, a polícia também resolveu fazer uma busca no quintal da casa, onde foram encontradas 57 pedras de crack, embaladas para venda que estariam enterradas.
Alessandra foi conduzida para a Delegacia Regional de Tóxicos e Entorpecentes e deverá responder por crime de tráfico. Em entrevista a imprensa local, ela contou que mora na casa há dois meses e não sabia da existência da droga, “eu cuido da minha avó que é deficiente, e não mexo com essas coisas. Eu nem sei como os policiais encontraram essa droga no quintal da minha casa”, afirmou.
A acusada deverá ser ouvida nas próximas horas, pelo delegado Wendel Ferreira, titular da DTE. ( Sul bahia Newa )

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

.

.