sábado, 31 de março de 2012

Castro Alves: Enterro de ex-prefeito assassinado atrai centenas de pessoas


O enterro do ex-prefeito de Castro Alves, Diógenes Oliveira, de 61 anos, levou centenas de pessoas ao velório realizado na Câmara de Vereadores e ao cemitério da cidade, nesta sexta-feira. O empresário foi assassinado na manhã da última quinta-feira, dentro de casa, quando tomava café com o filho Crisógenes Oliveira, de 27. Familiares, amigos e prefeitos de cidades vizinhas, além de políticos, como o ex-ministro do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Afonso Florence, participaram da cerimônia. Nesta sexta, a cidade praticamente parou. O prefeito Cloves Rocha (PSD) decretou luto oficial por três dias. As escolas suspenderam as aulas, o comércio fechou as portas e todas as repartições públicas do município foram fechadas para que os servidores pudessem ir ao velório. “Estamos torcendo por uma eleição tranqüila. O clima na cidade é de harmonia entre os grupos. Não sabemos o motivo desse crime e torcemos que seja elucidado”, salientou o prefeito. A dona de casa Cleide Oliveira, ex-mulher de Diógenes Oliveira, assim como os filhos e os demais familiares esperam que a polícia esclareça o assassinato do empresário. “O culpado vai aparecer. Ele era ligado a muita gente importante que está se empenhando para isso”, espera. Leia mais em A Tarde.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

.

.