Radio Ibinet

A Web Radio que mais cresce no Brasil!!!

Combater a Dengue é um dever de todos ...

“Vamos combater a dengue você é o agente de sua casa

Anuncie sua marca aqui

politicosdeibicarai@hotmail.com

Jornal EXPRESSO DA BAHIA

Em breve em IBICRAÍ, FLORESTA AZUL, SANTA CRUZ DA VITORIA, FIRMINO ALVES, ITABUNA, BARRO PRETO E ILHEUS. O Jornal EXPRESSO DA BAHIA

ANUNCIE AQUI NO BLOG POLÍTICOS DE IBICARAI

Entre em contato: politicosdeibicarai@hotmail.com

domingo, 9 de agosto de 2015

Feliz dia dos PAIS


Feliz dia dos PAIS meu velho ZOM

video

sábado, 8 de agosto de 2015

SALVADOR: Programa Peso Saudável atrai animais obesos


Programa Peso Saudável será realizado no período mínimo de quatro mese
Salvador ganha uma excelente oportunidade para quem tem ou cuida de animais, com a promoção do Hospital Veterinário\HPET e parceria da ração Proplan, que inova no mercado baiano e lança o programa “Peso Saudável” para cães acima do peso ou com tendência à obesidade. O programa, segundo os profissionais, oferece palestras sobre a obesidade animal e suas consequências, orientações sobre o controle de peso e exercícios físicos. As inscrições são gratuitas até o dia 10\08 e podem ser feitas através do site www.hpethospital.com.br ou pelo telefone (71) 3240-0032. O HPET fica na Rua Paraná, 41, Pituba. Os cães que participarem do programa gozarão de um pacote de benefícios oferecidos pelo hospital, como o controle de peso, orientação nutricional, exames laboratoriais, eletrocardiograma e hidroterapia. Segundo a direção do HPET, o programa Peso Saudável será realizado no período mínimo de quatro meses, com avaliações quinzenais – clínico/laboratoriais – e hidroterapia marcada mediante a disponibilidade do proprietário do animal. Ao final do programa haverá uma avaliação da saúde de todos os animais, sendo que dois destes, um macho e uma fêmea, que atingirem o menor Peso Saudável proporcional serão vencedores do programa, ganhando um kit do hospital.

BAHIA: Oposição na Bahia diz que programa do PT na TV foi uma afronta


Prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM)
O programa partidário de TV veiculado em cadeia nacional na noite de anteontem foi criticado por membros da oposição baiana. Alvo do famoso panelaço em mais de 10 estados, incluindo a Bahia, a inserção de 10 minutos de duração contou com a participação da presidente Dilma Rousseff, do ex-presidente Lula e do presidente do PT nacional, Rui Falcão, que tentaram mostrar os avanços conquistados pelas gestões petistas e convencer o público de que o país sairá da crise em breve. O principal nome do Democratas no estado, o prefeito ACM Neto, foi um dos que dispararam contra a peça política, acompanhado do deputado estadual Pablo Barrozo. “Eu assisti na televisão ao programa partidário [do PT] e quero dizer que fiquei assustado com o que vi. Nesse momento, o partido que governa o Brasil deveria ter a humildade de se ajoelhar perante o povo brasileiro e pedir desculpas. A única coisa que eles poderiam fazer nesse momento, se ainda quer ser respeitado, é apresentar um pedido de desculpas à população. Desculpas por terem enganado nosso povo, pelo desemprego, desculpas pela educação, por terem paralisado a liberação de recursos”, cravou o gestor democrata, durante discurso para moradores do bairro de São Gonçalo do Retiro na manhã de ontem. Novato na Assembleia Legislativa da Bahia, Barrozo foi no mesmo caminho do seu padrinho político, ACM Neto. “Achei uma afronta à população brasileira. Um governo que prega atualmente que tem que ser discutida uma nova forma de fazer política, de consenso, de união, faz o que fez na campanha e mostra realmente a sua cara. O resto é máscara. A cara do PT é isso, a divisão do país entre pobres e ricos, pessoas estudadas e pessoas que não tiveram oportunidade. Querem dividir o país com algum tipo de discurso. Infelizmente, no programa eles fizeram isso, e o pior, atacaram a oposição, e colocam na crise política a culpa de tudo que está acontecendo no país”, disparou. Leia mais na Tribuna.

Walter Pinheiro rechaça saída do PT


Pinheiro ressaltou novamente que sua principal preocupação é com a situação do país
Em tom exaltado, o senador Walter Pinheiro afirmou à Tribuna da Bahia, ontem, que não sabe de onde partem as especulações sobre sua saída do PT para outros partidos com vistas em 2016 e rechaçou ainda a possibilidade de se aliar ao PDT, cuja proposta foi feita com a oferta de comandar o partido. Segundo o senador, as críticas que fez e continua a fazer ao PT são pertinentes e construtivas, sem nenhuma intenção de ataque à presidência Dilma ou demonstração de desgosto com sua permanência na sigla. Pinheiro ressaltou novamente que sua principal preocupação é com a situação do país e pontuou que nunca teve interesse em assumir cargos. “Não tive conversa nenhuma com o PDT, alias não conversei com nenhum partido. Continuo agoniado, estou primeiro preocupado com o Brasil. Minha preocupação chama-se saída pro Brasil. Nunca quis ocupar cargo nenhum, nem direção partidária. Eu já tenho mandato, pra que vou me preocupar com cargo?. Nunca fui da direção executiva do PT na Bahia e, a nível nacional, nunca topei participar do diretório. Por quê? Porque eu tenho meu segundo mandato”, afirmou. Em meio a tantas especulações, também se cogitou a possibilidade dele ir para o PSD. E deu a explicação: “Se tem alguém que eu converso todo dia é com Otto. Eu ele e Lídice. Não tô discutindo com partido nenhum, não sou candidato a nada em 2016”, frisou. Apesar de garantir sua permanência no PT, e de descartar qualquer conflito dentro da legenda e possibilidade de saída, o senador afirma que Dilma deve tomar algumas medidas, pelo menos simbolicamente, como o caso da redução dos ministérios. Para o senador, a escolha dos ministros foi equivocada, uma vez que muitos deles se candidataram e perderam em seus próprios estados, numa demonstração de falta de força. “Eu to dizendo que dos 39 ministérios 25 ministros perderam suas eleições em seus estados. Entra numa contemplação política equivocada. Um governo que precisa fazer discussão na política faz uma cotação equivocada dessa?”, disse. “Nesse momento, por exemplo, uma redução de ministério teria um efeito mais simbólico do que prático do ponto de vista da economia e de custos”, destacou. Leia mais na Tribuna.

Programa do PT zomba dos brasileiros ao ignorar a corrupção e ao ironizar panelaços, afirma Aécio Neves

aecio neves foto george gianni 1O senador Aécio Neves afirmou, nesta quinta-feira (06/08), que o programa de TV que o PT levará ao ar na noite de hoje zomba da inteligência dos brasileiros ao não trazer uma palavra sequer sobre os escândalos de corrupção na Petrobras e a prisão dos dirigentes do partido, e ainda ironizar os panelaços realizados contra o governo da presidente Dilma Rousseff.

“O governo do PT perde hoje mais uma extraordinária oportunidade de falar a verdade. Zomba da inteligência dos brasileiros. O programa de 10 minutos não foi capaz, seja pela voz do seu presidente nacional, seja pela voz do ex-presidente da República ou da própria presidente Dilma, de dizer uma palavra sequer em relação ao que vem acontecendo no país na Operação Lava Jato, sobre a prisão do tesoureiro do partido, sobre o fato da maior liderança do partido do ponto de vista da sua organização, o ex-ministro José Dirceu, estar preso”, questionou Aécio Neves, em entrevista coletiva no Senado.

Sobre a nova pesquisa Datafolha, divulgada hoje, e que mostrou que 71% dos brasileiros consideram o governo Dilma ruim ou péssimo, Aécio Neves atribuiu ao estelionato eleitoral praticado pelo PT, que levou o país à recessão econômica, à inflação e ao desemprego.

“É inacreditável o PT achar que com o marketing, com as trucagens de um programa continuarão a enganar os brasileiros. Os brasileiros têm sim muitas razões para se indignar. O governo e a presidente da República pagam cada dia mais caro o preço da mentira e do descompromisso com a verdade e com a ética. É o conjunto da obra que faz com que hoje a presidente Dilma tenha a pior avaliação dentre todos os presidentes da República”, afirmou Aécio Neves.

Panelaços

O presidente tucano criticou também o ataque do PT, em seu programa de TV, às pessoas que têm se manifestados nos panelaços.

“O PT zomba de forma agressiva daqueles que se manifestam nos panelaços, seja por qualquer outra via, contra a corrupção, que se manifestam contra a carestia, contra a inflação, com a perda de investimentos e com o crescimento negativo da nossa economia”, disse.

Crise social

Aécio Neves considerou que a crise social é a de maior alcance hoje no país em razão das consequências na vida dos brasileiros mais pobres.

“Para vencer as eleições, como a presidente dizia, faz-se o diabo. E fizeram o diabo. Só que quem está pagando a conta hoje é a população mais pobre. É o desemprego. Já são 350 mil postos formais que perdemos no Brasil apenas este ano, metade disso no Nordeste. É a inflação de alimentos já em dois dígitos há mais de ano, juros escorchantes com 50 milhões de famílias já endividadas. É um governo que perdeu a capacidade de governar. A presidente, infelizmente, hoje, não governa mais o Brasil”, avaliou.

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

BAHIA: AUGUSTO CASTRO PARTICIPA DE ROMARIA DE BOM JESUS DA LAPA

ac

O deputado estadual Augusto Castro (PSDB) participou da tradicional romaria no município de Bom Jesus da Lapa. Augusto Castro esteve no santuário, participou de missa e encontrou várias pessoas do sul da Bahia.

O evento religioso é considerado a terceira maior peregrinação católica do país e começou no dia 28 de julho.

A expectativa é de que a cidade de Bom Jesus da Lapa reuniu cerca de 500 mil fiéis na Romaria.

.

.