terça-feira, 29 de novembro de 2011

Empresários de Santa Catarina querem investir na pesca e aqüicultura na Bahia


O potencial da Bahia na produção de pescados foi reconhecido por empresários catarinenses que manifestaram o desejo de investir no Estado no setor pesqueiro e aquícola. Esse foi o motivo do encontro realizado na noite desta segunda-feira, (28), entre o secretário estadual da Agricultura, engenheiro agrônomo Eduardo Salles, o presidente da Bahia Pesca Isaac Albagli e o vice-presidente do Sindicato dos Armadores e Indústrias da Pesca de Itajaí e Região (Sindipi), Joaquim Felipe Anacleto. O encontro aconteceu no gabinete do secretário, no Parque de Exposição de Salvador, onde está acontecendo, até domingo, a Fenagro 2011.

Joaquim Felipe Anacleto anunciou a intenção em promover parceria entre os dois estados, para o desenvolvimento do setor na Bahia, trazendo pesquisas e tecnologia de ponta. “A Bahia é grande consumidor de pescados, enquanto Santa Catarina é grande produtor”, comparou. Apesar de ter a maior costa litorânea do País, com cerca de 1.200 quilômetros de extensão, a Bahia ocupa a terceira posição no ranking nacional de pescados, atrás de Santa Catarina, que lidera, e do Pará, segundo colocado.

“Possuímos grande potencial e precisamos de tecnologia para o beneficiamento do peixe”, disse o secretário Eduardo Salles, lembrando que industrializar a cadeia produtiva da pesca e aqüicultura é uma das prioridades do governo. Essa é uma das sete cadeias consideradas prioritárias, por envolver grande número de agricultores familiares, e incluída no Programa Vida Melhor, lançado há cerca de três meses pelo governador Jaques Wagner.

Isaac Albagli explicou que os empresários de Santa Catarina estão sendo atraídos pelo grande potencial da Bahia, que entre 2006 e 2009 aumentou a produção em 57%, atingindo a marca de 121 mil toneladas/ano, colocando o estado em 3º lugar na produção no Brasil. Albagli destacou que além do extenso litoral, o Estado possui mais de 500 mil hectares de lâmina d’água, e está construindo dois terminais pesqueiros, em Salvador e Ilhéus, com recursos do Ministério da Pesca e governo do Estado.

Aquapescabrasil 2012

Há menos de um mês, a Bahia ganhou destaque internacional ao conquistar, em Santa Catarina, o direito de sediar, em 2012, um dos mais importantes eventos do mundo, a Feira Internacional de Pesca e Aqüicultura, (Aquapescabrasil). O anúncio foi feito na abertura do Aquapescabrasil 2011, que contou com as presenças de Eduardo Salles, Isaac Albagli e do ministro da Pesca e Aqüicultura, Luiz Sérgio Nóbrega de Oliveira, para quem “a Bahia pode se tornar referência para outros estados”. Durante o evento, o Estado foi homenageado em função do trabalho que vem sendo realizado nos últimos anos para o desenvolvimento do setor.

Fonte:
Ascom Seagri / Bahia Pesca

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

.

.