segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Corinthians vence fora de casa e só depende de empate para ser pentacampeão


Num jogo emocionante, o Timão conquistou uma vitória na tarde deste domingo (27) contra o Figueirense que quase resultou no pentacampeonato alvinegro. Porém, o Vasco marcou contra o Fluminense nos acréscimos e levou a decisão do Brasileiro para a última rodada. A equipe do Parque São Jorge venceu por 1 a 0 com gol de Liédson. O Corinthians soma agora 70 pontos no torneio, com 21 vitórias, sete empates e nove derrotas.

A partida começou tranquila. Ambas as equipes apenas se estudavam nos primeiros minutos e não ofereceram riscos ao gol adversário até os 20 min. A possa de bola era equilibrada, assim como o número de faltas, que pausavam o jogo a todo o momento.

O primeiro cartão amarelo do jogo foi de Danilo, aos 26 min, após falta na lateral. Na cobrança, a equipe de Florianópolis quase abriu o placar. O atacante Júlio César cobrou direto e surpreendeu o goleiro do Timão com uma bola na trave. Foi o primeiro lance de perigo da partida.

O Figueirense passou a dominar o duelo nos minutos finais, mas não chegava com chances reais de gol também. O Corinthians chutou pela primeira vez ao gol adversário aos 42 min com Willian, mas a bola passou longe. Após 45 minutos fracos, o árbitro encerrou a etapa inicial com o empate sem gols.

O Alvinegro voltou para o segundo tempo com uma alteração. O meia Alex entrou no lugar do atacante Willian. A equipe paulista voltou melhor. Logo nos primeiros minutos, Alex chegou bem em duas oportunidades e colocou fogo na partida. Paulinho chutou colocado de fora da área aos 09 e mandou por cima do travessão. O Timão era melhor em Florianópolis!

Aos 13 min, quem assustou foi o Figueirense. Wellington arriscou rasteiro de longe, e a bola passou raspando a trave de Júlio César. Tite fez sua segunda mudança aos 16 min, Danilo saiu para a entrada de Jorge Henrique. O time do Parque São Jorge chegava bastante ao ataque, mas pecava no último passe para a finalização.

Porém, isso mudou aos 22 min. Alex pegou a bola no meio, driblou um marcador, fingiu que ia finalizar, fintou outro e cruzou na medida para Liédson. O camisa 9 só precisou empurrar para o gol e abrir o placar no Orlando Scarpelli. Golaço!!!

O adversário partiu para a pressão após o gol. O Corinthians ficava com as jogadas de contra-ataque. O técnico Tite fez a última substituição aos 34 min. Edenílson entrou no lugar de Emerson. Ralf recebeu cartão amarelo aos 45 min. O Timão administrou muito bem o restante da partida e não deixou o Figueirense assustar.

O árbitro apitou o final do jogo aos 48 min, mas o Corinthians ainda não se consagrava campeão por causa da partida entre Vasco e Fluminense. O jogo dos cariocas estava 1 a 1. Com esse resultado, o Timão seria pentacampeão. Foram cinco minutos de muita apreensão, mas o Vasco marcou nos acréscimos e levou a decisão do Campeonato Brasileiro para a última rodada.

O Timão tem agora o último confronto do nacional contra o Palmeiras. A partida será realizada no domingo (04), às 17h, com local ainda a ser definido pela CBF. Basta um empate para que o Alvinegro seja campeão do Brasileiro 2011. Caso o Vasco não vença o Flamengo, o Corinthians levará o título independentemente do resultado contra o Palmeiras.

Reações:

1 comentários:

  1. Prezado companheiro, bom dia.
    Sou corintiano e espero que amanhã seja o dia glorioso para todos que fazem a torcida maravilhosa do parque São Jorge.No último domingo foi muita adrenalina, mas espero que tudo corra como imagino.Cinco minutos que parecia uma eternidade para colocar o Vasco novamente em condições de disputar o campeonato,tudo que não gostaríamos que tivesse acontecido, agora depende unicamente do Corinthians para sermos pentacampeões.Solicito autorização para divulgar seu blog como: blog amigo,este será o primeiro, porque a pouco tempo que criei o meu.
    Atenciosamente,
    Webcardosonet
    http://campestresporttotal.blogspot.com
    São José do Campestre/RN
    http://campestresporttotal.blogspot.com

    ResponderExcluir

.

.