domingo, 17 de junho de 2012

Grupo protesta contra presença de Ahmadinejad na Rio+20

Um grupo organizado pela comunidade judaica e com o apoio de ativistas do movimento negro e do movimento gay protestou neste domingo (17) no Rio de Janeiro contra a presença do presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad na cidade para a Rio+20. Segundo a Agência Estado, aproximadamente 300 pessoas participaram do protesto, que aconteceu na praia de Ipanema. Os manifestantes armaram quatro tripés na Avenida Vieira Souto para simbolizar troncos de árvores secas. O objetivo do grupo foi apontar a contradição entre a sustentabilidade debatida na conferência e a postura do líder iraniano. De acordo com Michel Gherman, da comunidade judaica, o Ahmadinejad não tem legitimidade para discutir desenvolvimento sustentável. “Queremos aproveitar a visita dele para apontar a contradição entre o discurso do ódio que ele prega e o discurso ecológico. Negar o holocausto e perseguir homossexuais não pode ser um discurso sustentável”, disse.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

.

.