terça-feira, 19 de junho de 2012

Erundina se sentiu desprestigiada por Lula


A deputada federal Luiza Erundina (PSB-SP), recém-anunciada candidata a vice-prefeita na chapa de Fernando Haddad para a prefeitura de São Paulo, reclamou a vários petistas que se sentiu desprestigiada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Esse teria sido o motivo de sua reprovação pública à aliança do PT com o PP de São Paulo, presidido por Paulo Maluf. Em entrevista ao site de VEJA, Erundina afirmou que vai reavaliar a decisão de ser vice de Haddad: “Não aceito aliança com Maluf”.
O ex-presidente Lula, alegando recomendações médicas, não foi ao ato que oficializou Erundina como vice do petista, na última sexta-feira. As recomendações médicas continuavam válidas nesta segunda, mas mesmo assim Lula compareceu à casa de Maluf e posou para fotos apertando a mão do ex-prefeito e deputado federal.
Para a deputada, Lula poderia no mínimo ter feito o mesmo com ela, comparecendo à cerimônia de anúncio da aliança com o PSB, sem fazer discurso nem declarações à imprensa.
Lula foi proibido de participar de atos públicos por seus médicos. Na semana passada, o ex-presidente esteve internado para a retirada de um cateter que havia sido usado durante o tratamento quimioterápico a que foi submetido para combater o câncer na laringe. Na ocasião, os médicos identificaram uma inflamação na região e pediram o cancelamento da agenda.
(Thais Arbex, de São Paulo)

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

.

.