sábado, 10 de novembro de 2012

ACM Neto defende compensação federal para municípios

O prefeito eleito ACM Neto (DEM) defendeu hoje à noite que o governo federal adote medidas compensatórias em função da perda de receita por conta da queda nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). “Infelizmente, em função das desonerações, que são válidas para o consumidor, os municípios têm perdido receita. Por isso, é preciso que haja uma compensação por parte da União, sobretudo para as prefeituras que dependem dessas transferências, como Salvador”, afirmou. As declarações de Neto foram dadas durante o encontro promovido pela União dos Municípios da Bahia (UPB) entre os prefeitos eleitos e reeleitos, num hotel em Guarajuba. O evento contou com a presença de autoridades como o governador Jaques Wagner, o vice-governador Otto Alencar (PSD), com quem o democrata conversou antes do início do encontro, os senadores Walter Pinheiro (PT) e Lídice da Mata (PSB), o presidente da UPB, Luiz Caetano (PT), deputados estaduais, federais e inúmeros gestores municipais. ACM Neto afirmou que, com as desonerações tributárias, a exemplo da redução do IPI para automóveis, Salvador perde duplamente. “Perdemos no FPM e no ICMS. Por isso, eventos como esses são fundamentais porque temos uma pauta comum, e os prefeitos precisam se mobilizar em busca dos recursos”, afirmou Neto, elogiando a iniciativa da UPB. O democrata afirmou que pretende participar das lutas de mobilização da entidade em defesa de repasses maiores para as cidades baianas e brasileiras.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

.

.