sábado, 21 de janeiro de 2017

BRASIL: Temer comunicará a Cármen que vai esperar novo relator da Lava Jato antes de indicar ministro


Michel Temer
O presidente Michel Temer bateu o martelo e deve anunciar pessoalmente à presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, a decisão de só indicar o substituto de Teori Zavascki na corte após a nomeação do novo relator da Lava Jato. Com a decisão, Temer quer se eximir de críticas por tentar interferir politicamente na condução da investigação que pode atingir seu governo. Também afasta as pressões que, segundo auxiliares próximos já são intensas, para nomear alguém alinhado ao PMDB para a cadeira de Teori. Temer e Cármen Lúcia estarão juntos nos funerais do ministro do STF, morto num acidente aéreo na última quinta-feira. Ainda assim, assessores do peemedebista não sabem se ele terá oportunidade de conversar reservadamente com a presidente do Supremo, ou se a ocasião é a mais adequada. Reportagem do Estado neste sábado já antecipou que a disposição de Temer era esperar a designação do novo relator da investigação antes de indicar o novo ministro. O que era inclinação tornou-se decisão tomada nas últimas horas. Ao “tirar o bode da Lava Jato da sala” da escolha do novo ministro, Temer fica à vontade, segundo aliados, para escolher um ministro que tenha perfil técnico próximo ao de Teori. Os nomes ainda não estão todos à mesa, apesar dos lobbies intensos, de acordo com quem acompanha o tema de perto.
Estadão

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

.

.