sexta-feira, 26 de julho de 2013

Em seis meses, Ibicaraí deixou de receber quase 1 milhão de reais de recursos do FPM

Por José Nilton Calazans
Grupo Ibicaraí no Facebook
Nos primeiros seis meses de 2013, o município recebeu 5,5 milhões de reais do Fundo de Participação dos Municípios. Isso é bem menos que os 6,1 milhões recebidos no mesmo período de 2012. Mais precisamente, é uma queda de mais de meio milhão de reais.

Porém, a perda é ainda maior se considerar a inflação no período. Fazendo o cálculo atualizado pelo INPC, índice que reajusta os salários, os 6,1 milhões de reais de 2012 valeriam 6,5 milhões de reais de hoje. Nessa conta, a perda sobre os 5,5 milhões de 2013 é de 14%, ou de cerca de 1 milhão de reais.

A participação de Ibicaraí no Fundo foi reduzida porque o município registrou queda do número de habitantes. A diminuição da população já vem ocorrendo progressivamente há mais de 15 anos, mas em 2012 o município entrou em uma faixa inferior de população, o que afetou bruscamente o cálculo do repasse do fundo.

Itajuípe, que não sofreu queda de faixa de população, e está em situação melhor que Ibicaraí, porque acusa diminuição do repasse do FPM de apenas 2%, anunciou uma série de demissões na semana passada. Mas, assim como Ibicaraí, não foram feitas medidas mais efetivas, como extinção de secretarias improdutivas e gastos não obrigatórios, como na seleção de futebol. Ibicaraí ainda acumula inchaço na folha de pagamentos, principalmente de comissionados.

Nos últimos meses, Ibicaraí estourou o limite de gastos com pessoal, desrespeitando a Lei de Responsabilidade Fiscal. Com menos recursos entrando, a situação deve piorar daqui para a frente.

Na tabela, a variação mensal de recursos que chegaram por meio do FPM, em comparação com o valor que era previsto para receber.
Retirado no Blog Tribuna de Ibicaraí.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

.

.