quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Saída de Romário abre caminho para CBF na Comissão de Esportes

Romário deixou o PSB e perdeu o cargo de presidente da Comissão de Turismo e Desporto da Câmara
Com a saída do deputado federal Romário (PSB-RJ) da presidência da Comissão de Turismo e Desporto da Câmara dos Deputados, o caminho ficou aberto para a CBF se aproximar do grupo. O representante da entidade em Brasília, Vandenberg Machado, acompanhou a reunião da comissão na tarde desta quarta-feira, 21, quando o deputado Valadares Filho (PSB-SE) tomou posse como novo presidente.
Enquanto Romário comandava os trabalhos, Machado não costumava ser visto durante as sessões, audiências ou debates marcados pela comissão. Nesta quarta, no entanto, o representante da CBF fez questão de cumprimentar Valadares Filho, conversar alguns minutos com ele e passar um tempo ao lado dos parlamentares ligados ao futebol.
Integrantes da comissão disseram  que acreditam que, agora, o posicionamento do grupo deverá ser de menos cobrança com dirigentes e CBF. "O Romário tem um espírito muito combativo, que acaba limitando o diálogo com outras vertentes de posicionamento. O Valadares tem um perfil mais conciliador, democrático", afirmou um deputado, que preferiu não ser identificado.
Durante seu mandato, Romário fez duras críticas à organização da Copa do Mundo e à gestão da CBF. No fim de 2012, o ex-jogador protocolou um pedido de criação de CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar a entidade. O deputado também se posicionou contra um projeto do governo federal para trocar 90% da dívida dos clubes com a União por projetos sociais – os 20 principais times devem cerca de R$ 4 bilhões, segundo o Ministério dos Esportes.
Continuidade
Em seu discurso de posse, o deputado Valadares Filho se comprometeu a dar continuidade ao trabalho feito por Romário, principalmente com relação ao acompanhamento dos gastos públicos na preparação da Copa do Mundo e das Olimpíadas. Filho se comprometeu a visitar seis cidades-sede do Mundial até o fim do semestre – os outros seis municípios, que receberam jogos da Copa das Confederações, foram vistoriadas pela comissão no primeiro semestre.
O deputado deixou claro, porém, que a comissão não deve focar seus esforços apenas aos assuntos relacionados aos dois grandes eventos esportivos. "Vamos continuar discutindo assuntos relacionados aos entraves para o desenvolvimento do turismo. Hoje, o País é considerado caro, se comparado com outros. Temos que aproveitar os grandes eventos para melhorar nossa situação."Valadares Filho disse, ainda, que pretende levantar a bandeira do incentivo à prática esportiva por crianças e adolescentes.
Romário teve que deixar a presidência da comissão no início do mês, quando anunciou sua saída do PSB. Como a presidência do grupo pertence à cota do PSB na Casa, era esperado que Valadares Filho, então vice-presidente, ficasse com o cargo. ( UOL )

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

.

.