sábado, 10 de agosto de 2013

Dieta: Barrinhas de cereais podem ser uma “furada”


Regimes ditos milagrosos que prometem a perda rápida de peso sem uma orientação de um profissional são sempre um risco para a saúde. Uma das atitudes mais comuns de quem quer emagrecer rapidamente é ir ao supermercado e comprar uma série de opções aparentemente saudáveis, como barrinhas de cereais, sopas instantâneas, adoçante e sucos de caixinha. Supostamente benéficos à dieta, muitas vezes esses produtos são, na realidade, “falsos” alimentos saudáveis.
“Basear-se em itens industrializados com alegações de marketing emagrecedor é um grande erro. O ideal é consumir alimentos naturais e deixar os industrializados para situações de emergência, sempre procurando limitar sua quantidade”, alerta o nutrólogo Dr. Celso Cukier do Hospital e Maternidade São Luiz.
Longe de serem “light”, muitos desses produtos trazem altas concentrações de açúcar, sódio e gordura. Muitas pessoas compram esses produtos sem se preocupar em olhar as informações nutricionais contidas no verso. Com isso, os consumidores acabam ingerindo nutrientes prejudiciais ao organismo sem perceber, ultrapassando muito a quantidade máxima diária recomendada.
“O rótulo é nosso principal aliado, mas faltam programas educacionais orientando como analisá-los”, explica. É preciso ficar atento principalmente às informações referentes a carboidratos, proteínas, gorduras, colesterol, fibra e sódio.
Barrinhas de cereais normalmente entram na sacola de muitas mulheres que pensam em emagrecer e levar uma vida mais saudável, evitando as frituras e entrando no mundo dos cereais. Mas elas, muitas vezes, estão enganadas diante da sua escolha. Para ficarem mais gostosas e atraentes muitas das barrinhas têm coberturas de chocolate, mousse de limão, mel, açúcar refinado entre outros alimentos. Neste caso, o nutrólogo orienta a procurar frutas desidratadas (como damasco, ameixa, uva passa) e sementes oleaginosas (castanhas, amêndoas e nozes). Quanto mais evitar alimentos industrializados, melhor. Segundo o Dr. Celso Cukier, a ingestão de água ajuda a hidratar o corpo além dos diversos benefícios que proporciona à nossa saúde. Ela é indispensável na vida de qualquer pessoa.
“Outra cilada é a bolacha água e sal. Considerando que cada bolacha tem uma média de 30 calorias, quatro unidades equivalem ao mesmo valor calórico de um pão francês, mas com uma quantidade muito superior de gordura”, explica o nutrólogo.
Os “falsos” alimentos saudáveis não são proibidos. Se por ventura um dia você esquecer de preparar algo natural, não precisa evitar comer as barrinhas de cereais, mas tente ao máximo levar alimentos de casa ao invés de comprar os industrializados. “Já para perder peso, a receita é associar restrição calórica e atividade física”, finaliza Cukier. (Fonte Uol)

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

.

.