terça-feira, 20 de agosto de 2013

Juazeiro registra três casos de gripe H1N1

17 casos de H1N1 foram registrado no estado.
17 casos de H1N1 foram registrado no estado.
Três casos de gripe A ou H1N1 foram confirmados no município de Juazeiro na semana passada. Um homem morreu no dia 11 de agosto vítima da doença. Os outros dois infectados são pessoas próximas a ele, que foram medicadas e mantidas isoladas em casa.
De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, esses são os três primeiros casos confirmados da doença em Juazeiro. “O que morreu teve a confirmação através de vínculo epidemiológico e os outros dois por laboratório”, detalha Mário Machado, diretor de Promoção à Saúde da Secretaria.
A Secretaria Municipal de Saúde informou ainda que assim que a doença foi identificada no homem que morreu, os procedimentos de quimioprofilaxia foram realizados a fim de evitar a disseminação da doença.
“O risco maior ocorre nas primeiras 48 horas. No domingo [11] quando descobrimos já começamos a aplicar o medicamento nas pessoas que tiveram contato com ele e apresentavam sintomas. Já fizemos o alerta epidemiológico para os profissionais de saúde ficarem atentos a toda gripe grave e disponibilizamos Tamiflu nos hospitais públicos para tratamento imediato em caso de suspeita”, afirma Machado.
Em nota, a Secretaria afirma que na sexta-feira (16) equipes se reuniram com o objetivo de dar continuidade ao trabalho de prevenção. “Não é necessária preocupação, pois a cidade não vive uma epidemia e durante a última Campanha contra a gripe H1N1 realizada em abril deste ano, a cobertura vacinal ultrapassou a meta mínima do Ministério da Saúde (80%), vacinando 82,71% do público alvo (28,9 mil pessoas): aqueles com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde, gestantes, crianças de 6 meses a menores de 2 anos, mulheres até 45 dias após o parto e portadores de doenças crônicas”, diz a nota.
Casos no estado
De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia, até o dia cinco de agosto de 2013 foram registrados 17 casos de H1N1 no estado. Desse número, quatro pessoas morreram, sendo uma das mortes em Salvador, a outra em São Gonçalo dos Campos, uma em Simões Filho e outra em Teixeira de Freitas.
Fonte: G1

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

.

.