quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Oposição entra com ação judicial para suspender reajuste de pedágio na BR-324 e BR-116

A Oposição na Assembleia Legislativa decidiu questionar judicialmente o novo reajuste nos pedágios das rodovias BR-324, que liga Salvador a Feira de Santana, e BR-116, ligando Feira à divisa com Minas Gerais. A informação foi dada nesta quarta-feira (5) pelo deputado estadual Tom Araújo (DEM), presidente da Comissão de Infraestrutura na Casa, que questionou da tribuna a legalidade da cobrança. O aumento passa a ser cobrado pela concessionária Via Bahia, que administra os trechos, já nesta sexta-feira (07), o que, segundo Tom Araujo, é também “imoral”. “As estradas estão intrafegáveis e cheias de ondulações. Não podemos pagar por um desserviço. Este reajuste não faz sentido, já que o contrato não está sendo cumprido”, declarou. A exploração tarifária das rodovias está condicionada, de acordo com o contrato firmado entre a Via Bahia e a Agência Nacional de Transportes Terrestres, à realização de obras que garantam condições mínimas de trafegabilidade. Segundo o advogado da Oposição, Sandro Moreno, “não pode a Via Bahia pretender reajustar a tarifa de pedágio quando a legitimidade da cobrança ainda está sendo questionada judicialmente”.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

.

.