quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Corintianos se mostram surpresos com atuação do Al Ahly e admitem desconhecimento

O Corinthians se classificou para a final do Mundial de Clubes com uma vitória magra por 1 a 0 sobre o Al Ahly e muito sufoco na etapa final em Toyota, nesta quarta-feira. Os jogadores do time brasileiro preferiram elogiar o adversário ao comentar a tensão vivida na reta final do confronto.

“Hoje não existe jogo fácil. O time toca bem a bola e dificultou muito. Não conhecíamos os jogadores, nunca vimos o time jogar e isso dificulta. Tem a ansiedade, mas coisas mudam rapidamente, não foi perfeito, mas vencemos”, disse o meia Danilo.
“A responsabilidade era toda do Corinthians. Conversamos no intervalo que a pressão ia aumentar, iam colocar dois, três atacante em cima de nós. Pelo peso da estreia, pelo clima, estou feliz pelo resultado e pela classificação”, afirmou o zagueiro Chicão.
O defensor foi um dos destaques da equipe na partida contra o time africano, assim como Danilo. Chicão ainda analisou os possíveis adversários na final e afirmou que espera pelo Chelsea no jogo de domingo.
“O favorito é o Chelsea. Não tem jogo fácil, o Chelsea vai ter que lutar bastante, mas acredito que eles passem”, afirmou Chicão. 
Já o volante Paulinho preferiu minimizar a pressão sofrida pelo Corinthians na segunda etapa da partida.
“Não foi um espetáculo, mas nosso objetivo era chegar na final. Agora é trabalhar para isso. Houve ansiedade, é normal, mas uma ansiedade boa”, disse. 
Chelsea e Monterrey se enfrentam na manhã desta quinta-feira, em Yokohama, e duelam pela outra vaga na final do Mundial de Clubes

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

.

.