quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Petista J. Carlos anuncia hoje apoio a ACM Neto


Ex-deputado J. Carlos estaria revoltado com desprestígio no PT
Numa das mais surpreendentes adesões ao prefeito ACM Neto (DEM), o ex-deputado J. Carlos, militante histórico do PT, deve anunciar hoje à tarde que vai compor com o democrata a partir de agora. Ele leva com ele um voto de oposição a Neto na Câmara, representado por seu filho, o vereador J. Carlos Filho (PT), que votou ontem na eleição do petista Suíca para lider das oposições na Casa. A ida de J. Carlos, uma liderança antiga dos rodoviários e do Subúrbio, foi trabalhada pelo vereador do PT Henrique Carballal, que vem se desentendendo com a legenda há meses, está ameçado de expulsão e também com um pé no grupo de Neto. J. Carlos irritou-se com o governador Rui Costa, a quem acusa de não lhe ter dado um telefonema depois da campanha em que perdeu a eleição. Segundo o ex-deputado, o fato não acontecia antes de 5 de outubro, quando, preocupado com sua própria performance no Subúrbio, Rui lhe ligava diariamente. Dentro da estratégia de articulação traçada para atrair o grupo do ex-deputado para o prefeito, Carballal e Neto trabalharam na surdina pela eleição de J. Carlos Filho à quarta-secretaria da mesa diretora da Câmara Municipal. Era o único cargo que a oposição tinha na mesa. Setores do governo justificam a debandada de J. Carlos alegando que o governo não quis submeter-se a suas “chantagens fisiológicas”, as mesmas alegadas por Neto para romper com o PTN. O ex-deputado exigia o emprego imediato de 40 funcionários que ficaram sem guarida com sua derrota na eleição. O problema, diz-se no governo, é que a “galera” não tinha qualificação. Outra avaliação que se faz entre apoiadores de Rui é que Carballal trabalha pela atração de companheiros para Neto porque “não quer ir sozinho”. ( Politica Livre )

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

.

.