terça-feira, 22 de março de 2016

AUGUSTO CRITICA PROPOSTA DE EMPRÉSTIMO E COBRA DÉBITO DO GOVERNO COM O SUL DA BAHIA

Imagem inline 1

A bancada de oposição ao Governo da Bahia obstruiu a sessão na qual seria discutida, nesta segunda-feira (21), a autorização para que o Estado contrate empréstimos no valor de R$ 2,1 bilhões junto a instituições financeiras internacionais. O assunto ainda não havia sido discutido, mas com a insistência da oposição a matéria que tramita em regime de urgência será pauta na próxima reunião das Comissões Conjuntas de Constituição e Justiça, de Infraestrutura e Desenvolvimento Econômico e Turismo, de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia e Serviço Público e a de Finanças, Orçamento, Fiscalização e Controle. 

“É absurdo que o governo tente mais uma vez obter um cheque em branco, elevando o endividamento do Estado, sem dar satisfações à sociedade sobre a finalidade desses recursos”, afirma Augusto. Ele lembra que, nos nove anos de governos do petistas, houve contratação de R$ 13,5 bilhões em empréstimos.

Apesar do grande volume de recursos financeiros aos quais o governo teve acesso, Augusto Castro lamenta a falta de investimentos na região Sul da Bahia. “O governo não terminou a construção da barragem do Rio Colônia em Itapé, não terminou a ponte Ilhéus-Pontal, nem mesmo o Centro de Convenções foi concluído”, aponta o deputado. Para ele, “não existe presença do Estado no Sul da Bahia”.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

.

.