quarta-feira, 19 de novembro de 2014

PF investiga desvio de R$ 140 milhões nos Correios

correios_3-300x214
Brasília (DF) – A Polícia Federal investiga um esquema de fraude de cirurgias de servidores dos Correios no Rio de Janeiro. O rombo nas contas da empresa pode chegar a R$ 140 milhões, como informa o jornal Folha de S. Paulo desta quarta-feira (19). Entre os acusados está o diretor regional da estatal no Rio, Omar de Assis Moreira.
De acordo com a reportagem, Moreira recebia R$ 6.000 por mês de propina para permitir a fraude que cobrava preços superfaturados em cirurgias. Na última sexta-feira (14), o diretor foi afastado do cargo e teve seus bens bloqueados por determinação do juiz Flávio Roberto de Souza.
Segundo o deputado federal Ricardo Tripoli (PSDB-SC), “nada mais surpreende neste governo”. “A cada dia que passa, é um novo escândalo. São fraudes atrás de fraudes, o reflexo perfeito de uma gestão temerosa e abusiva”, lamentou.
O tucano ressaltou a importância dos esquemas virem à tona. “São assuntos que estavam represados e, agora, vêm a público. O governo não tem mais como esconder os fatos. É fundamental que a sociedade tenha informação e conhecimento de tudo que vem ocorrendo neste péssimo modelo de gestão que a presidente Dilma vem nos presenteando”, enfatizou.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

.

.