sábado, 8 de agosto de 2015

Programa do PT zomba dos brasileiros ao ignorar a corrupção e ao ironizar panelaços, afirma Aécio Neves

aecio neves foto george gianni 1O senador Aécio Neves afirmou, nesta quinta-feira (06/08), que o programa de TV que o PT levará ao ar na noite de hoje zomba da inteligência dos brasileiros ao não trazer uma palavra sequer sobre os escândalos de corrupção na Petrobras e a prisão dos dirigentes do partido, e ainda ironizar os panelaços realizados contra o governo da presidente Dilma Rousseff.

“O governo do PT perde hoje mais uma extraordinária oportunidade de falar a verdade. Zomba da inteligência dos brasileiros. O programa de 10 minutos não foi capaz, seja pela voz do seu presidente nacional, seja pela voz do ex-presidente da República ou da própria presidente Dilma, de dizer uma palavra sequer em relação ao que vem acontecendo no país na Operação Lava Jato, sobre a prisão do tesoureiro do partido, sobre o fato da maior liderança do partido do ponto de vista da sua organização, o ex-ministro José Dirceu, estar preso”, questionou Aécio Neves, em entrevista coletiva no Senado.

Sobre a nova pesquisa Datafolha, divulgada hoje, e que mostrou que 71% dos brasileiros consideram o governo Dilma ruim ou péssimo, Aécio Neves atribuiu ao estelionato eleitoral praticado pelo PT, que levou o país à recessão econômica, à inflação e ao desemprego.

“É inacreditável o PT achar que com o marketing, com as trucagens de um programa continuarão a enganar os brasileiros. Os brasileiros têm sim muitas razões para se indignar. O governo e a presidente da República pagam cada dia mais caro o preço da mentira e do descompromisso com a verdade e com a ética. É o conjunto da obra que faz com que hoje a presidente Dilma tenha a pior avaliação dentre todos os presidentes da República”, afirmou Aécio Neves.

Panelaços

O presidente tucano criticou também o ataque do PT, em seu programa de TV, às pessoas que têm se manifestados nos panelaços.

“O PT zomba de forma agressiva daqueles que se manifestam nos panelaços, seja por qualquer outra via, contra a corrupção, que se manifestam contra a carestia, contra a inflação, com a perda de investimentos e com o crescimento negativo da nossa economia”, disse.

Crise social

Aécio Neves considerou que a crise social é a de maior alcance hoje no país em razão das consequências na vida dos brasileiros mais pobres.

“Para vencer as eleições, como a presidente dizia, faz-se o diabo. E fizeram o diabo. Só que quem está pagando a conta hoje é a população mais pobre. É o desemprego. Já são 350 mil postos formais que perdemos no Brasil apenas este ano, metade disso no Nordeste. É a inflação de alimentos já em dois dígitos há mais de ano, juros escorchantes com 50 milhões de famílias já endividadas. É um governo que perdeu a capacidade de governar. A presidente, infelizmente, hoje, não governa mais o Brasil”, avaliou.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

.

.