sábado, 8 de agosto de 2015

BAHIA: Oposição na Bahia diz que programa do PT na TV foi uma afronta


Prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM)
O programa partidário de TV veiculado em cadeia nacional na noite de anteontem foi criticado por membros da oposição baiana. Alvo do famoso panelaço em mais de 10 estados, incluindo a Bahia, a inserção de 10 minutos de duração contou com a participação da presidente Dilma Rousseff, do ex-presidente Lula e do presidente do PT nacional, Rui Falcão, que tentaram mostrar os avanços conquistados pelas gestões petistas e convencer o público de que o país sairá da crise em breve. O principal nome do Democratas no estado, o prefeito ACM Neto, foi um dos que dispararam contra a peça política, acompanhado do deputado estadual Pablo Barrozo. “Eu assisti na televisão ao programa partidário [do PT] e quero dizer que fiquei assustado com o que vi. Nesse momento, o partido que governa o Brasil deveria ter a humildade de se ajoelhar perante o povo brasileiro e pedir desculpas. A única coisa que eles poderiam fazer nesse momento, se ainda quer ser respeitado, é apresentar um pedido de desculpas à população. Desculpas por terem enganado nosso povo, pelo desemprego, desculpas pela educação, por terem paralisado a liberação de recursos”, cravou o gestor democrata, durante discurso para moradores do bairro de São Gonçalo do Retiro na manhã de ontem. Novato na Assembleia Legislativa da Bahia, Barrozo foi no mesmo caminho do seu padrinho político, ACM Neto. “Achei uma afronta à população brasileira. Um governo que prega atualmente que tem que ser discutida uma nova forma de fazer política, de consenso, de união, faz o que fez na campanha e mostra realmente a sua cara. O resto é máscara. A cara do PT é isso, a divisão do país entre pobres e ricos, pessoas estudadas e pessoas que não tiveram oportunidade. Querem dividir o país com algum tipo de discurso. Infelizmente, no programa eles fizeram isso, e o pior, atacaram a oposição, e colocam na crise política a culpa de tudo que está acontecendo no país”, disparou. Leia mais na Tribuna.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

.

.